1 de novembro de 2018

Como começar um negócio de ilustração? #VQVConvida Marina Viabone

Conheça a trajetória criativa e empreendedora da ilustradora Marina Viabone e se inspire!


Esse é um papo que vai inspirar quem é apaixonado por ilustração e quer lançar um negócio sustentável, mas também trará um bocado de insights pra quem já empreende e deseja tornar a rotina de “eupreendedor” mais fluída e planejada.

Empreender é um processo solitário e as vezes dar conta de tudo pode parecer uma missão impossível. Cuidar do conteúdo, produzir, gravar, fotografar, gerar conversa com a audiência e ainda ter tempo pro ócio criativo. OMG! É possível dar conta de tudo sozinho?

A trajetória da ilustradora Marina Viabone é pura inspiração pra você que empreende, seja com ilustração ou não, mas está em busca de uma rotina de “eupreendedor” mais sustentável, planejada e criativa.

Além de ser referência como ilustradora, Marina é um exemplo de empreendedora que se divide em inúmeras funções no dia a dia: parte criativa, produtiva, estratégica, de planejamento e por aí vai… Pra dar conta de suas multi-tarefas, a ilustradora tem uma palavra de ordem: organização. E com isso, consegue tocar seu negócio desenvolvendo projetos, compartilhado conteúdo em suas redes, ensinando técnicas de ilustração e caligrafia pra sua audiência e com muita paixão e autenticidade, espalha seu propósito pro mundo através de seus rabiscos. 

Marina sempre foi apaixonada por artes! Seus primeiros rabiscos foram durante a infância e quando estava na hora de decidir uma profissão, escolheu a faculdade de Arquitetura. Se formou, trabalho na área até perceber que seu desejo era se expressar criatividade a partir de processos manuais, que AutoCAD e outros softwares de criação digital não eram sua praia. Munida de papel, caneta e criatividade de montão Marina começou dar os seus primeiros passos como empreendedora e produtora de conteúdo.  

Neste #VQVConvida, Marina Viabone compartilha um pouco da sua trajetória como criativa&empreendedora, além de nos contar:

  • Como planejou a transição de carreira pra começar empreender;
  • como encontrou o seu jeito de posicionar seu trabalho na internet;
  • 3 estratégias que ela considera indispensáveis pra quem está começando empreender;
  • a importância da autovalorização e reconhecimento do valor do trabalho criativo;
  • como se organiza pra produzir os vídeos do seu canal e outros conteúdos na internet;
  • a importância do planejamento pra dar conta de produzir conteúdo pra não pesar a rotina de trabalho;
  • o jeito que encontrou para lidar com a auto sabotagem e valorizar o seu processo criativo;
  • ilustradores que admira e se inspira e
  • a importância de montar uma cesta de produtos pra explorar o seu talento em mais de uma oferta.

Um papo pra você que quer um empurrãozinho maroto pra tornar sua jornada criativa e empreendedora mais produtiva, autêntica, organizada e criativa? Temos!

Vem pro play:

Se comparar com os outros não é saudável, eu acho que você tem que se comparar com você mesmo. ~ Marina Viabone

E antes de tudo lembre-se do mantra: O empreendedor vem antes do empreendimento!

Respeite o seu tempo, se observe e reconheça os sinais que seu corpo emite. Se conecte com si mesmo e se conecte com a abundância! ❤


Vamos conversar sobre empreendedorismo, criatividade e outras coisitas más aí nos comentários? Conta pra gente:

👉 Como você tem se organizado pra dar conta de tudo? Qual é seu maior desafio pra se manter produtivo e criativo? 

A gente se encontra aí embaixo! 😘

Veja mais em: Bússola

Receba dicas de como transformar
paixão e talento em negócio!






Black Friday: 5 motivos pra não fazer e 8 dicas de como fazer a ação no seu negócio criativo.

Antes de liberar um desconto pra sua audiência, vamos bater um papo e colocar umas coisinhas no papel? Novembro é sinônimo...