O que é Método AIDAR? E como usar em negócios criativos?

O que é Método AIDAR? E como usar em negócios criativos?

Você já ouviu falar em Método AIDAR? E em AIDA? Esse é um modelo de vendas, marketing e comunicação que busca entender o comportamento dos consumidores pra ser cada vez mais persuasivo.

Essa é uma estratégia que, muitas vezes, é colocada como oposição ao funil de vendas, mas a gente gosta de enxergar as duas como complementares. Enquanto o funil é mais vertical pensando em pontos de contato dos clientes e ações até a compra, o Método AIDAR foca em entender o comportamento.

Método AIDA ou AIDAR?

O AIDA ficou muito conhecido nos últimos anos porque o pessoal do marketing digital se interessou muito pelo conceito. Ele se baseia em definir a jornada dos clientes em quatro fases:

  • Atenção
  • Interesse
  • Desejo
  • Ação

Esses são os quatro passos que todos os clientes passam antes de comprar de você, independente de quão propenso a comprar ele está. E com o passar dos tempos, essas estratégias foram sendo repensadas e atualizadas.

Hoje, o Método AIDA se tornou Método AIDAR!

Como funciona o método AIDAR

Atenção

A primeira coisa que a gente tem que fazer é chamar a atenção do cliente e dizer “olha, eu estou aqui”. Atenção é fazer seu possível cliente te conhecer.

É como se você estivesse andando num grande centro comercial e uma placa no meio de tantas lojas conseguem chamar a sua atenção. Você ainda não vai se tornar cliente, mas vai olhar pra aquela loja.

Interesse

Quando você já tem a atenção do seu cliente é o momento de fazer ele se interessar por você. Mostrar que você é mais do que aquilo que chamou a atenção.

Aqui é quando você começa a mostrar como é interessante, oferecer conteúdo, mostrar conhecimento. Ainda não é o momento de vender, mas engajar o público.

Desejo

O próximo passo é o desejo. O possível cliente já está interessado e, nesse momento, você começa a despertar o desejo e mostrar como você é a melhor opção.

Até o interesse, a ideia é envolver o possível cliente. No desejo é quando a gente começa a construir a oferta do nosso produto porque já conseguimos envolver durante o interesse.

Ação

Essa é uma parte importantíssima! O seu cliente dificilmente vai comprar ou fazer qualquer coisa se você não disser “faça isso aqui pra comprar”.

O seu possível cliente já está muito envolvido e querendo comprar. Você só precisa falar o que ele precisa fazer pra comprar de você.

Retenção

A jornada do cliente não acaba na compra. O próximo passo é entender o que deve ser feito pra ele se manter sempre perto.

E quando o cliente está na retenção, você pode fazer o seu cliente passar por todo o AIDAR novamente, mas com uma facilidade maior porque ele já tá mais propenso a comprar de você.

Você quer ser mais produtivo?

Produtividade Criativa

Outras postagens
Branding: Como trabalhar a imagem do seu trabalho criativo

Branding: Como trabalhar a imagem do seu trabalho criativo

Você, com certeza, já ouviu falar muito de branding. Essa é uma palavra muito famosa no meio do empreendedorismo,...
4 estratégias de vendas pra aplicar no seu negócio criativo

4 estratégias de vendas pra aplicar no seu negócio criativo

Você já pensou que é possível escalar o seu negócio criativo com estratégias de vendas simples que você pode...
Os 3 desafios de criar produtos criativos

Os 3 desafios de criar produtos criativos

Criar produtos costuma ser um dos principais tripés dos negócios criativos. A gente que é criativo costuma ganhar muito...
Como se conectar com os clientes do seu negócio criativo

Como se conectar com os clientes do seu negócio criativo

Existem muitos caminhos pra você tornar o seu negócio criativo muito mais rentável de um jeito sustentável, mas um...
Como desenhar uma jornada do cliente em negócios criativos?

Como desenhar uma jornada do cliente em negócios criativos?

Você já ouviu falar em jornada do cliente? Esse é um conceito muito comum em negócios tradicionais, mas que,...
Você está vivendo seus talentos de forma positiva?

Você está vivendo seus talentos de forma positiva?

Você, com certeza, já ouviu falar que uma pessoa é talentosa ou, talvez, que fulano é sem talento nenhum....