Como criar o meu propósito? Sim, criar!

Dicas práticas para trazer mais daquilo que você acredita pro mundo e colocar em ação.


Você tem ouvido falar com frequência sobre essa história de trabalhar com propósito e fica sem jeito de dizer: PROPÓSITO, WTF? Propósito pra viver, propósito pra trabalhar… propósito, propósito, propósito, ora bolas, mas como encontrar o meu?

Karinna Forlenza é consultora pessoal e busca, a partir de suas experiências, ajudar pessoas a se reconectarem com o seu porquê. O objetivo do seu trabalho é nos trazer de volta a autonomia para reconhecermos aquilo que faz sentido pra gente. Trazer de volta? Como assim?

Pra explicar vamos fazer uma analogia do fordismo com as escolhas que a gente se depara ao longo da vida: aprendemos que devemos seguir uma linha de padrão de ideias e sonhos, acabamos pautando nossas ações pelo o que queremos ter e não pelo o que queremos ser. E nessa história de ser empurrado pelo fluxo do “tenho, logo sou”, vamos deixando para escanteio aquilo que nos conecta com nosso propósito e seguimos apertando parafusos que colocaram a gente pra rosquear. Na maioria das vezes, nem sobra tempo de olhar pra dentro (e pro lado!) e questionar a padronização das ideias e o ritmo acelerado que estamos seguindo. Estamos vivendo como gostaríamos de viver?

Propósito é criado com questionamento! Propósito não se encontra, ele é construído. Viver com propósito é alinhar suas verdades com a maneira que você vive, é trazê-las pro mundo de forma consistente e consciente.

No papo de hoje, Karinna nos propõe esse questionamento e também nos dá pitacos sobre:

  • as características da energia do feminino e do masculino e como elas se equilibram;
  • como usar essas características na hora de empreender;
  • o que a geração Y tem para nos ensinar;
  • a importância de encontrar o equilíbrio entre o hardwork e o seu propósito;
  • como viver com propósito e se libertar para ser você mesmo;
  • dicas práticas para trazer mais de si para o mundo.

Pra assistir é só dar o play:

Propósito tem muito a ver com andar alinhado. Alinhado consigo mesmo. (Karinna Forlenza)

Conta pra gente: você já passou pelo processo de se reconectar com o que faz sentido para você? Se sim, o que descobriu no caminho? E se ainda não teve coragem, o que tá faltando pra se jogar nessa jornada?


Para acompanhar os conteúdos da Karinna, clique aqui

 

Outras postagens
5 dicas pra empreendedores criativos venderem de forma autêntica

5 dicas pra empreendedores criativos venderem de forma autêntica

Vender de forma autêntica não é complicado como muitas pessoas fazem parecer. O caminho é abrir mão de hacks...
Como trabalhar com uma copy autêntica e persuasiva!

Como trabalhar com uma copy autêntica e persuasiva!

A forma como você se comunica com o seu público é um dos fatores mais importantes pro sucesso do...
Como definir o público-alvo em 7 passos!

Como definir o público-alvo em 7 passos!

Definir o público-alvo de um negócio é um dos passos mais importantes de todas as estratégias. É quase que...
Branding: Como trabalhar a imagem do seu trabalho criativo

Branding: Como trabalhar a imagem do seu trabalho criativo

Você, com certeza, já ouviu falar muito de branding. Essa é uma palavra muito famosa no meio do empreendedorismo,...
O que é Método AIDAR? E como usar em negócios criativos?

O que é Método AIDAR? E como usar em negócios criativos?

Você já ouviu falar em Método AIDAR? E em AIDA? Esse é um modelo de vendas, marketing e comunicação...
4 estratégias de vendas pra aplicar no seu negócio criativo

4 estratégias de vendas pra aplicar no seu negócio criativo

Você já pensou que é possível escalar o seu negócio criativo com estratégias de vendas simples que você pode...