Tirar uma ideia do papel: 6 passos pra simplificar e lançar seu projeto!

Simplificar é ação estratégica pra tirar uma ideia do papel! Mas como começar?


O que está faltando pra você tirar uma ideia do papel? Se você pensou mil e uma coisas, esse post é pra você!

Compartilhamos aqui os 6 passos que vão te ajudar simplificar o processo! Vamos se lançar pro mundo?


Este post foi derivado do episódio do #NaveRetrospectiva que compilamos os insights de Gab Gomes, Bruno Peixoto e Flavia Melissa, uma turma de empreendedores que fazem rolês incríveis acontecerem.

Pra conferir o conteúdo na integra vem cá:

No #NaveRetrospectiva eles compartilham como buscam referências, como conduzem seus processos criativos e o jeito que encontraram de tirar sonhos e ideias da cabeça e levá-las pro mundo. Aqui, fizemos a curadoria dos principais passos pra você lançar seus bangues. Se liga:

Tirar uma ideia do papel: 6 passos pra simplificar e lançar um projeto

#1 Coloque no papel

Escreva sobre seu projeto. Experimente explicar o objetivo, pra quem é e o porquê que você deseja levá-lo pro mundo. Se você for da turma que funciona melhor nos vídeos, dê o play e converse com a câmera! Se você for da turma dos áudios, dê o play e se joga.

A parte mais importante dessa fase é estruturar o todo, especular, depositar ideias e os possíveis formatos e caminhos que seu projeto poderá explorar.

Gabriel Gomes, coautor do livro 333 páginas para tirar seu projeto do papel nos pontuou durante o papo que batemos com ele no VQV Convida, a importância de priorizar esse passo de tirar os pensamentos fragmentados da cabeça e organizá-los de forma mais concreta, seja através de escrita, vídeo ou áudio.

Eu acho que o primeiro passo pra tirar um processo do papel é colocá-lo no papel. ~ Gab Gomes

Comece respondendo:

– Como espero que a entrega do meu trabalho seja feita?

– Quais referências posso consumir pra me ajudar no processo?

– Qual é o porquê claro dessa ideia?

Só de tá escrevendo a ideia, essa parte da criação pode ser uma forma de expressão. ~ Bruno Peixoto.

São essas as três perguntas básicas que podem nortear esse processo de depositar suas ideias de forma mais tangível e prática. Vai que é sua!

#2 Coloque a boca no trombone

Agora que você já deu o primeiro passo é hora de falar sobre sua ideia!

A gente nunca sabe de onde sairá um insight valioso pra etapa embrionária do projeto.

Por mais que as crenças limitantes insistam em sussurrar coisas do tipo: “ainda não está pronto”; “espera mais um pouquinho.”; “podem achar que sua ideia é um bobagem.”, o próximo passo é dialogar!  E fazer isso com quem você se sente confortável é a maneira de driblar todos esses pensamentos que bloqueiam a evolução do seu processo.

Uma dica chave pra essa fase? Temos!

Tente abarcar com cada uma das pessoas que você for papear focos diferentes da visão do negócio. Por exemplo: com sua mãe tente puxar a conversa para um mesmo tom que falaria com um parceiro, trazendo as potências da ideia à tona e o quão transformadora ela é pra valer a pena caminhar do seu lado.

Puxe papo com outra pessoa como se ela fosse um cliente e faça perguntas de coisas que seriam um diferencial pra entrega e experiência que seu projeto poderá trazer.

Sabe aquela pessoa que você ama papear mas faz tempo que você não vê? Já chama pra um café e conte sobre sua ideia!

#3 Menos perfeição, mais ação!

Também em nosso papo, Gab Gomes compartilhou uma observação importante a respeito do preciosismo que temos com ideias que desemboca num fluxo de idealizações, e nossos projetos que deveria ganhar o mundo, acabam se tornando projetos platônicos.

Não é fazer mal feito, é fazer simples. ~ Rafa Cappai

A terceira ação indispensável pra você lançar um projeto de forma simples é simplifica-lo!

Tenho a leve impressão que essa busca pela perfeição nada mais é do que uma falta de conhecimento sobre como simplificar. ~ Gab Gomes.

Já pensou em enumerar 10 coisas que você considera essenciais pra dar vida ao seu projeto? Faça isso! Depois ative a #mariekondo que tem aí dentro de você, elimine alguns desses tópicos e pense em formas simples de colocar a mão na massa e trabalhar em cima daqueles outros que sobraram.

#4 Defina Prioridades!

Já tem muita clareza e a vontade de começar a trabalhar é gigante? 😛

Antes de dar o start, priorize!

Aquela lista que você fez ali em cima, organize a ordem de prioridade das tarefas, pode ser que nesse olhar estratégico você perceba que para a versão.01 do projeto algumas coisas ainda vão pra gaveta, é normal! A ideia nesse quarto passo é agir de forma estratégica, simples e adaptável.

O lance é: se você tem uma ideia, não sabe como executá-la, mas quer tirá-la do papel, você precisa de adaptabilidade pra que desenvolva o projeto do jeito mais sustentável possível. E, ó Gab Gomes, um tirador-de-coisas-do-papel ressalta a importância de reconhecer aquilo que VOCÊ JÁ TEM pra começar:

Ter uma ideia, e não saber como executá-la, adapte pra aquilo que você sabe fazer. ~ Gab Gomes

Você tem dificuldades de criar uma lojinha online incrível daquele jeito que você tanto sonha? Dê o primeiro passo criando uma loja no Instagram ou até mesmo vendendo por WhatsApp.

Lembre-se sempre: Comece de onde está!

#5 Roteirize o seu processo

Estabeleça o início, meio e fim do seu projeto. Sim, você leu certo, FIM.

Agora é a hora de encaixar as pecinhas de todos os passos acima e organizar como você espera que seu projeto torne forma, como ele cresce, se desenvolva e por fim… Morra! Sim, os projetos morrem ou viram outra coisa no meio do caminho, tá tudo bem! O importante, e por isso esse passo está aqui, é querer a noção de projeto platônico e redefini-la por uma visão de projeto real, imperfeito e totalmente adaptável.

#6 Dê vida a versão.01 do projeto

O seu projeto platônico era cheio de adornos e custava caro?  Agora que você tem a versão simples e executável é hora de criar a versão.01 do seu projeto.

 O mais legal é imaginar como seria a primeira versão, porque a primeira versão cabe no seu bolso. ~ Gab Gomes

Quando você nomeia um projeto como “versão.01” te abre espaço pra assumir que ele está em progresso e te permite enxergar as adaptações no meio do caminho não como erros de cálculo, mas otimizações necessárias pra que a entrega se transforme de pouquinho em pouquinho.

E por fim, mas não menos importante:

A coisa mais importante de um projeto é o coração do projeto, a verdade do projeto. ~ Gab Gomes

Se você tem clareza no porquê de estar fazendo aquilo, toda a trajetória terá seu gostinho especial, o processo de ver um projeto sair do papel é lindo e gostoso.

Agora que você nos deu a oportunidade de dar pitacos sobre as ações que consideramos indispensáveis pra lançar uma ideia de forma simplificada, tudo pronto pro pontapé inicial?

Se você quer mais alguns estímulos pra lançar seu projeto pro mundo, vem cá e dê o play pra conferir o #VQVConvida com Gab Gomes:

#6 Dê vida a versão.01 do projeto

O seu projeto platônico era cheio de adornos e custava caro?  Agora que você tem a versão simples e executável é hora de criar a versão.01 do seu projeto.

 O mais legal é imaginar como seria a primeira versão, porque a primeira versão cabe no seu bolso. ~ Gab Gomes

Quando você nomeia um projeto como “versão.01” te abre espaço pra assumir que ele está em progresso e te permite enxergar as adaptações no meio do caminho não como erros de cálculo, mas otimizações necessárias pra que a entrega se transforme de pouquinho em pouquinho.

E por fim, mas não menos importante:

A coisa mais importante de um projeto é o coração do projeto, a verdade do projeto. ~ Gab Gomes

Se você tem clareza no porquê de estar fazendo aquilo, toda a trajetória terá seu gostinho especial, o processo de ver um projeto sair do papel é lindo e gostoso.

Agora que você nos deu a oportunidade de dar pitacos sobre as ações que consideramos indispensáveis pra lançar uma ideia de forma simplificada, tudo pronto pro pontapé inicial?


Quer mais alguns estímulos pra lançar seu projeto pro mundo? Estamos aqui pra isso! 

Vem cá e dê o play pra conferir o #VQVConvida com Gab Gomes:

 

Outras postagens

Os 7 principais erros no empreendedorismo criativo (e como evitá-los!)

Os principais erros no empreendedorismo que até os empreendedores mais experientes cometem! E um deles pode estar impedido que...

Home office: como ser produtivo trabalhando em casa?

Os 5 desafios do home office e oito dicas pra você trabalhar melhor de casa! Você faz home office...

Plágio: o que fazer quando copiam meu trabalho?

Copiaram meu trabalho, e agora? Confira 7 ações práticas que vão te ajudar lidar com uma situação de plágio!...

Como validar minha ideia de negócio?

O que preciso fazer pra validar minha ideia de negócio? Confira os 8 passos que preparamos pra te ajudar!...

Movimento maker: 5 tendências de produtos criativos

As tendências de produtos criativos do movimento maker Você é empreendedor criativo, faz e vende os seus produtos? E...
como-escrever-um-livro

Como escrever um livro: os 5 primeiros passos

Como escrever um livro? Comece respondendo essas cinco perguntas! Seu talento é se conectar com as pessoas através das...