1 de março de 2018

Qual é o futuro do trabalho criativo?

Você está pronto pra se adaptar? O futuro do trabalho vai te demandar isso!


Eu não sei você, mas a gente aqui pensa muito sobre o futuro do trabalho… Pra onde estamos indo, como o trabalho criativo vai funcionar no futuro, o papel que os robôs vão ter nessa história toda. Às vezes dá até aquela sensação de estar sem lugar, sabe? Um sensação de futuro distópico que até causa certa ansiedade! Será que a gente vai continuar fazendo o que faz? Será que meu trabalho será substituído? Será que vai ter trabalho pra todo mundo? O que farei nesse futuro?

Por aqui, o que nos tranquiliza é que a gente sabe que a criatividade, a colaboração e a empatia têm sido cada vez mais consideradas quando o assunto é trabalho e futuro desse trabalho. E isso é muito bom, especialmente para nós, almas criativas! Em meio a tantas inovações tecnológicas que vão permitir que robôs cumpram tarefas de humanos, essas três expertises vão fazer a diferença! Ponto pra gente! Pois é, a forma de enxergar o trabalho e as relações no mundo dos negócios mudou (e continua mudando!) e a gente tem que mudar junto! Já pensou sobre isso?

Alexandre Pellaes, o Ex-Boss, já! E como! Ele se formou em Ciências Contábeis e no início trilhou o caminho considerado tradicional no mundo do trabalho… até que se desconectou daquele GPS lé com cré. Dessa trajetória interrompida, Alexandre guarda muitas histórias e ensinamentos e hoje, como consultor de carreiras e do trabalho, investiga as transformações que estamos vivendo no mundo do trabalho e como podemos nos ajustar, pessoalmente, a elas.

Durante o papo com a Rafa, ele trouxe algumas provocações e ideias sobre o futuro do trabalho, olha só:

• como encontrar o equilíbrio entre o financeiro e a satisfação pessoal no seu trabalho;
• os dois ingredientes essenciais pra ter um trabalho com significado;
• a transição histórica que transformou a forma como enxergamos o trabalho criativo;
• a verdade sobre a frase “faça o que você ama e não terá que trabalhar.”;
• as transformações que estão rolando na forma de fazer gestão em grandes empresas;
• como funciona – na real – a gestão horizontal na economia criativa;
5 ideias para aplicar o conceito de gestão horizontal no seu negócio;
gestão colaborativa: o primeiro passo para começar.

O nosso Ex-Boss observou que a hora do cafezinho em empresas tradicionais trazia pistas de assuntos que ele poderia explorar e investigar. Assim, a história do trabalho e as histórias de quem trabalha se tornaram objeto de estudo do nosso convidado. E agora é sua vez de dar pitacos:

Como você está enxergando as formas horizontais e mais participativas de empreender e trabalhar? Isso tudo faz sentido pra você? Conte pra gente nos comentários! 


Para acompanhar o trabalho do Alexandre Pellaes, clique aqui.

E para ficar mais pertinho da Espaçonave, recebendo em primeira mão o nosso conteúdo gratuito é só clicar aqui.

Veja mais em: Amolar suas potências

Receba dicas de como transformar
paixão e talento em negócio!