20 de junho de 2018

Diário de Bordo Decola! LAB #03: Tirando as certezas do lugar!

Sacudir, remexer, buscar soluções diferentes é um desejo em comum!


DIÁRIO DE BORDO: MISSÃO #03  { 20.06.2018 – 17h30min – Tirando As Certezas do Lugar!}

📌 Objetivo: trazer pro mundo tudo aquilo que está na caixola, cada um do seu jeito e no seu fluxo!

🚀 Nota climática: depois de dias ensolarados, a chuva fez companhia aos comissários e as cores cinzentas dos dias chuvosos se mesclam com a gama de cores e novas possibilidades que se achegam. A chuva refresca mas também traz trovoadas que deixam a tripulação em alerta e faz com que nos despedimos dos dias de climas amenos.

>>> Início do relatório da missão #03


GABÊ (@gbstcl) • QUER SE RECONECTAR AO SEU PROPÓSITO

“Alô, alô, pessoal! Como está sendo a jornada por aí? 

Por aqui, eu estava vivendo uma fase difícil. Não sei vocês mas eu tenho muitos ciclos e estações, tem dias que tá tudo leve e fluindo bem e tem dias que tá tudo bem pesado. A semana que eu me programei pra refazer o módulo 03 foi uma das piores dos últimos tempos. Parei, me permiti, abracei meu momento. 

Quinta-feira, plantão dos alunos. 

Gente, vocês não fazem ideia do bem que o plantão me fez! A troca, a energia, a conexão… Nosso papel como equipe nesses momentos é afagar vocês, a gente ouve, a gente abraça virtualmente, a gente oferece aquele ombro amigo, a gente tenta aconselhar. A gente vai esperando oferecer algo pra vocês mas acaba que é a gente que sempre recebe algo. Todas as histórias que eu ouvi, todas as pessoas com quem eu conversei, eram eu. Eu me vi em cada uma delas, cada palavra que eu disse, eu precisei dizer primeiro pra mim. Foi inacreditável! I-NA-CRE-DI-TÁ-VEL

Eu precisei olhar pra minha vida e fazer pequenas mudanças, andar pouco mas andar, respirar fundo e continuar a jornada, organizar a minha rotina de forma realista pra eu não me frustrar, abrir mão da auto-sabotagem que me diz que eu não dou conta e trazer meus sentimentos desejados pro meu dia a dia. Que momento, decolegas! Que momento!

Fica o convite pra gente abraçar mais os nossos momentos e confiar que as tempestades vão passar.

P.S: queria mandar um #gratidão pra todo mundo que eu conversei no plantão. Cês são demais, pessoal!”


HEITOR (@sbamduck) • QUER DESENHAR UM NOVO PROJETO

“Diário de Bordo, missão #03, tarde quente e densa de outono.

Olá, astronautas, por aqui tudo segue seu ritmo, num turbilhão de informações crescendo internamente. O horizonte começa a ficar mais claro, após nuvens carregadas se dissiparem em meio à luz.

Como um #astronautarepetente chegou o módulo que mais me trazia lembranças, boas e difíceis. Aquele que me empacou por um bom tempo na primeira vez que fiz o curso mas que também me trouxe descobertas incríveis conforme foi acontecendo.

Identidade: é aqui que o calo aperta, afinal, se redescobrir e se redesenhar através da mudança de mindset é muito mais complexo do que um simples “Cara, crachá”. E dói, às vezes dói olhar de cima para o passado e ver certos erros e fracassos. Mas, mais ainda, é mega engrandecedor e prazeroso  enxergar a evolução no caminho. Ver que tudo te constrói, seja positivo ou negativo. Descortinar dificuldades, habilidades e sentimentos, mexer lá dentro, bem nos cantinhos onde a gente esconde certas coisas, certos medos, tantos talentos.

É incrível notar o quanto nossa percepção sobre as coisas pode alterar de fato o mundo em que vivemos. É revelador entender o que é, de verdade, felicidade para nós e quais são os sentimentos que te preenchem. É fundamental entender que o meu sucesso, é do meu jeito e que tudo isso é construído com a convergência da minha história, com meus aprendizados, talentos, erros e acertos.

É preciso repensar através de uma nova lente. Tentar entender que as ferramentas que trazemos hoje, foram forjadas no calor das dificuldades e da coragem. Se for para empreender, precisa fazer sentido para mim, simples assim! E pra que isso aconteça é preciso se conhecer de verdade, entender o que faz e o que não já não faz sentido levar nesse pacote.

“Pense fora da caixa” é uma frase que não cabe aqui agora. Eu diria: “pense dentro da caixa”, entenda o que acontece aí dentro, descubra o que é que te constrói, quais sãos seus alicerces. É a partir daí, e somente daí, que se erguerá um negócio com propósito alinhado com a sua existência.

É preciso realinhar os sentimentos.
É preciso redefinir as percepções.
É urgente remexer as nossas caixas!
Módulo 2 ativar!

ANA (@caroanalina) • QUER ENTREGAR O MELHOR DE SI PRO MUNDO

 “’Se sua decisão for entrar na arena e viver com ousadia, prepare-se para dar a cara a tapa.’ (Brené Brown, no livro Coragem de ser Imperfeito). Tive contato com o livro da Brown no início de 2018, com a motivação de tirar proveito de coisas que em primeira instância iria ignorar sem pensar duas vezes. O livro de Brown tem um título tendencioso, o qual confesso que não me causaria nenhum comichão de curiosidade à primeira vista, mas obedeci ao ditado e não julguei o livro pela capa, fiz bem! Brown esmiúça a nossa resistência em assumir a vulnerabilidade e nos conduz por reflexões comportamentais, assim como o Módulo 3 do Decola. Não, o meu relatório da missão #03 não é uma resenha sobre o livro, quero mesmo é compartilhar com vocês um processo de amadurecimento de ideias e de aceitação que se iniciou nos primeiros dias de janeiro e está florescendo graças as questões tratadas no curso.

Viver com ousadia é construir sua própria narrativa e isso inclui reformular as crenças que estarão do meu e do seu lado durante o processo. Em quantas crenças limitantes você já se ancorou ou se ancora? Eu em muitas. E o mais engraçado é perceber que crenças limitantes caminham junto com a criatividade e não são um bloqueio do sonhar; dizemos “eu não sou capaz”, mas continuamos projetando futuros prováveis em segredo. Focamos em alimentar a negatividade ao invés de criar situações de ousadia, sonhar é gostosinho, bem ali dentro do ninho do eu.

Nesse ninho quentinho há tudo que é preciso para o conforto! A certeza de que existem limitações, a aceitação de não estar pronto e o reconhecimento de que tem muita gente que pode fazer e inclusive já está fazendo melhor! Todas essas crenças se encaixam e formam uma ambientação aconchegante. Hora ou outra a gente até coloca a mão na maçaneta pra dar o fora, mas o lembrete na porta adverte: “Fique, ainda não é hora de ir!”.

Ousadia é “meter o pé na porta”, identificando e investigando como a auto sabotagem é confortável e desde essa última missão é o que tenho criado o hábito de fazer. E com um suspiro de alívio, afirmo: como é confortável me sentir desconfortável, sem o desejo de regressar para o ninho!

MANU (@e.appel) • QUER DESBRAVAR NOVOS RUMOS

Seguramos as pontas da missão #03 pro Manu dar uma atenção especial ao Suporte Pedagógico, são tantas histórias ganhando novos ares que nosso tio da Comunidade optou – com todo amor – se dedicar em estar por perto orientando e apoiando os astronautas durante os últimos dias.

Estamos na quarta semana de curso e para que os webseminários, comunidade, plantões e a plataforma fiquem sempre nos trinks Manuzito está ali de olhos atentos!

E logo ele estará de volta! Na missão #04 o comissário já marcou presença pra continuar compartilhando sua jornada!


GLAUBER (@glaubersilva.s) • QUER UNIR SUAS PAIXÕES COM CONSISTÊNCIA

Às vezes a gente esquece de coisas importantes e vamos em direção de outras coisas que não são exatamente nossos ideais de vida. E muitas vezes isso acontece porque entramos no modo “piloto automático” que faz a gente simplesmente seguir o fluxo. Isso pode acontecer por diversos motivos – contexto social, emocional, cultural, financeiro etc.

Mas o grande ponto pra mim é o seguinte: será que eu me sinto livre seguindo esse fluxo!?

Afinal, ter liberdade e autonomia sempre foi uma grande preocupação e medida de satisfação para a minha vida profissional, sempre busquei isso de forma muito intuitiva! Mas no módulo de identidade do Decola! LAB eu pude perceber que não estou sozinho, pois alguns autores citados durante as aulas desse módulo 2 têm estudado como o sentimento de liberdade está altamente associado com o sentimento de felicidade.  

E eu achei isso muito maravilhoso e esclarecedor! Sei que lendo assim talvez essa informação, de que felicidade está diretamente relacionada com liberdade, pareça até meio óbvia para algumas pessoas. Mas lembra lá no início quando eu disse que às vezes a gente esquece algumas coisas importantes e vai apenas seguindo o fluxo? Pois é!

Nesse módulo eu pude repensar muitas coisas que ando fazendo no piloto automático, tanto na minha vida pessoal como na minha vida profissional, e como esses hábitos têm me afastado do caminho do meio (aquele caminho onde conseguimos conciliar trabalho/dinheiro com tesão/significado/propósito/saúde) me prendendo muito mais em um extremo do que no outro, ou seja, longe do meio de fato.

Mas a boa notícia é que juntando os conceitos do módulo 2 de identidade com os conceitos do módulo 3 sobre comportamento eu tive a dobradinha perfeita de insights que me ajudaram a perceber mais claramente quais comportamentos eu preciso mudar ou melhorar para desenvolver uma melhor consistência não só no desenvolvimento do meu negócio, como também na minha produção criativa e na minha vida pessoal.

Agora é fazer o dever de casa e internalizar de uma vez por todas que ter um negócio criativo com a nossa cara e do nosso jeito depende primordialmente, assim como no emagrecimento, de consistência! E você só consegue isso mudando hábitos ruins.”


LARISSA (@camposlarissa) • QUER SE EXPERIMENTAR

“Alô, Decolegas!

Cheguei no módulo 3 e pude sentir a nossa nave acelerar junto comigo. Parece que chegamos num momento onde é mais do que necessário que a gente mexa as cadeiras. Cada aula que fui vendo, fui sentido como poderia me movimentar em relação ao meu negócio e as minhas experiências. Os módulos estão casando com tudo o que eu estou vivendo e isso é mágico!

O módulo 3 traz mastigadinho tudo o que você precisa aflorar e o que precisa dar mais valor em relação a você mesmo. E cada vez mais eu consigo sentir que o segredo estar em olhar pra dentro. Ver e sentir tudo aquilo que você gosta de fazer, que você faz bem e aquilo que você não é tão bom assim mas reconhece que existem ferramentas para melhorar.

Empreender é uma eterna balança, eu diria. Onde você equilibra aquilo que ama com aquilo que você precisa fazer pra gerar bons frutos.  E por falar em equilíbrio, se tem uma coisa que precisa do nosso foco e equilibrio é o desafio proposto no Módulo 3, o #30ideias30dias. Ãh, esse danadinho! Ainda não tenho uma certeza absoluta do que quero fazer nesses trinta dias, mas sei que vai envolver os meus textos. No momento estou fazendo um exercício parecido que chama  #umtextotododia pra já ir aquecendo. Aliás, se quiserem acompanhar é só me seguir lá no @camposlarissaa e conferir os meus stories. E para o #30ideias30dias, estive pensando (junto com outra comissária, a Ana!) em fazer algo que envolvesse mais as pessoas e não somente os meus textos. Talvez uma troca, uma conversa, algo assim que resultasse em textos leves. O que acham? Mas como não tenho a ideia redondinha ainda, estou me permitindo elaborar melhor e ir com tudo nesse desafio logo, logo!

Por fim, posso dizer que o movimento nessa nave está a todo vapor e eu mal posso esperar pra encontrar com vocês em outro plantão supimpa! (Sim, eu amei trocar figurinhas com vocês na primeira edição do plantão <3) Estamos muito juntos nessa! Nos vemos em breve. Vamos decolar!”

RENAN (@renandieguesphoto) • QUER EXPLORAR SUAS POTÊNCIAS

“Alô, câmbio… comissário Renan chamando diretamente da nave do Decola!

Para aqueles que chegaram até aqui, dividam comigo… Alguém mais tem a sensação de estar sendo equipado para enfrentar todos os desafios que aparecerem?

Durante muito tempo fui do tipo teimoso e cabeça dura que distanciava de mim toda a parte lógica e racional da minha vida. Inclusive teimava em repetir e declarar para toda galáxia que não havia nascido para lidar com números, fatos, estratégias e cálculos. Tinha pavor disso. Fui o cara que deixava meu coração resolver os problemas, a intuição guiar os caminhos e a imaginação desenvolver as questões do dia a dia. Não vou mentir, era confortável sim… E vou continuar não mentindo, me orgulhava quando ligavam minha imagem a imagem de alguém criativo e intuitivo. Mas claro, olhando pra trás vejo que tudo deu menos certo do que poderia ter dado.

“Vai com o coração, mas leva o cérebro junto.”

Por que não me disseram antes que cabia os dois na mala? rs

Há pouco tempo atrás voltei para buscar meu cérebro que havia abandonado e agora, aos poucos, estamos trabalhando em equipe. Está bem mais fácil de entender como tudo faz mais sentido quando levamos em consideração razão e emoção como lados da mesma moeda. Entender esses comportamentos que precisam ser cada vez mais desenvolvidos em mim para se equipararem com os que já estão a todo vapor fará toda diferença para o resto da minha viagem! Módulo 3, eu te amo com todo o meu coração e te compreendo com toda minha razão! Own. Obrigado!

Por hoje é isso astronautas. Ouvi boatos que o próximo módulo é de “Negócios”. Treme não, coração.. vai ser delícia! <3”

>>> Fim do relatório da missão #03

Até a próxima missão. Câmbio, desligamos! ☎


O que é esse tal Diário de Bordo?

Uma série composta por posts aqui no blog e no stories da Nave, cocriados com 7 pessoas criativas e destemidas que trabalham na Espaçonave e que decidiram embarcar no Decola! LAB, dessa vez com crachá de astronauta, pra tirar a poeira das ideias e desengavetar alguns projetos. Ao longo das dez semanas do curso eles vão compartilhar suas impressões, insights e experiências dessa jornada.

👉 Para acompanhar as missões e conhecer mais astronautas que estão compartilhando seus estudos na internê é só ficar de olho na hashtag #decolalab2018 no Instagram. E claro, acompanhe as novidades da série e os vídeos através do Instagram da Espaçonave, clicando aqui.

E se você é um astronauta do Decola! LAB 2018, compartilhe também o seu processo de estudos e descobertas, vamos construir o Diário de Bordo juntos! 💜 

 

Receba dicas de como transformar
paixão e talento em negócio!